Sobre

kite, mother, family

No Brasil, o acolhimento de crianças e adolescentes em família acolhedora responde por apenas 4% do total de acolhidos (dados recentes do SNA/CNJ).

Pensando na importância de informar e conscientizar sobre essa temática, especialmente durante a pandemia, organizamos o 1º Encontro Online de Acolhimento Familiar (ENAFAM), com presença de renomados especialistas nacionais e internacionais.

O que é o Acolhimento Familiar?

O Acolhimento Familiar é uma medida protetiva, temporária e excepcional, em que uma criança ou adolescente é retirado de sua família de origem por situação de risco ou vulnerabilidade (abuso, negligencia, violência, abandono, etc), por ordem judicial, e encaminhado a uma família acolhedora, a quem é concedida a guarda provisória.

Previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o acolhimento familiar é preferencial ao acolhimento institucional. Ou seja, pela lei a criança ou adolescente deve ser preferencialmente encaminhado a uma família acolhedora, até que sua situação seja resolvida.

O Instituto Geração do Amanhã